Produtores podem contratar seguro agrícola na Rede AgroServices

Apólices oferecem cobertura contra riscos climáticos em lavouras de milho (1º e 2º safra) e soja e protegem a produção dos agricultores


Produtores poderão proteger as lavouras das intempéries com a ajuda da Rede AgroServices. A seguradora Fairfax está oferecendo o Seguro Multirrisco Grãos, um seguro de produtividade que pode ser contratado por meio do resgate de pontos na plataforma. A apólice oferece cobertura contra inúmeros riscos climáticos: chuvas excessivas, secas, geadas, granizo, vendaval, tromba d’água, inundação e até incêndio (confira a oferta de seguro agrícola aqui).

A gestão dos riscos climáticos varia de acordo com a região. Produtores de grãos da região Centro-Oeste, por exemplo, ciclicamente são prejudicados por secas. Também é comum o registro de grandes perdas causadas por granizo nas regiões produtoras em São Paulo e no Rio Grande do Sul. Independentemente do tipo de intempérie, o importante é que o agricultor possa assegurar a lavoura e a sua renda. “Entendemos que o produtor é um tomador de riscos. Ele tem uma indústria a céu aberto e não controla a questão climática. Por isso que a apólice é importante, ela protege a produção contra esses riscos incontroláveis”, afirma Fabio Damasceno, Superintendente de Agronegócio da Fairfax no Brasil.

Além de mitigar o risco climático, de acordo com o superintendente, a apólice de seguro é uma ferramenta importante que pode ser dada como garantia em operações financeiras, seja na tomada de crédito rural em bancos ou na revenda. “Outro benefício é que, resgatando o seguro via Rede AgroServices, o agricultor tem acesso a produtos que foram desenhados de maneira diferenciada e com grande facilidade de negociação”, diz Damasceno.

 

Produtividade e renda

De acordo com superintendente, o produto foi desenhado para se basear no histórico de resultados da fazenda e preservar a renda do agricultor. “Garantimos para o produtor uma determinada quantidade de sacas por hectare, a apólice é dada pela produtividade média estimada. Se houver problemas climáticos e a lavoura produzir menos do que a produtividade garantida definida no momento da contratação do seguro, o produtor tem a indenização, correspondente à diferença entre a produtividade obtida e a garantida”, explica Damasceno.

Para contratar o seguro na Rede AgroServices, é necessário que a produção seja realizada com sementes certificadas, em respeito ao zoneamento climático, e que a área cultivada seja superior a 10 hectares. Outro requisito é que o solo na fazenda seja do tipo 2 ou 3, de acordo com a classificação do Ministério da Agricultura. Todos os requisitos, coberturas e exclusões estão disponíveis na plataforma.

 

Cotação online

A depender do saldo de pontos, o produtor pode contratar a apólice integralmente ou complementar o prêmio com uma parcela de pagamento em dinheiro durante o resgate. De acordo com Damasceno, o processo é facilitado na Rede AgroServices. O produtor apenas precisa incluir no sistema informações sobre a cultura, com histórico de plantio e colheita, município, área cultivada na fazenda e percentual de cobertura.

A plataforma está preparada para analisar os riscos e gerar a cotação do seguro em menos de um minuto. “Temos um processo automatizado para a subscrição com alguns parâmetros que facilitam a análise. Como já temos um modelo bem solidificado de média de produtividade em diferentes regiões, o produtor recebe a cotação rapidamente e se for do interesse dele já pode seguir para a contratação”, explica Damasceno.

 

Contratação

De acordo com o superintendente, efetuado o resgate por pontos, o prazo para que o produtor receba a apólice é, em média, de até cinco dias úteis. “É um processo completamente digital e sem necessidade de anexar documentos”, diz o superintendente. Em caso de sinistro, o atendimento ao cliente também promete ser ágil e cuidadoso. Após a comunicação com a seguradora, em cerca de 72 horas, o perito deve fazer contato com o produtor para agendar a visita de verificação dos danos na lavoura. “Estamos digitalizando todo o processo de sinistro para ter uma comunicação acessível entre o cliente, a seguradora e o perito. Temos prazos diferentes para cada fase de cultivo e trabalhamos com o objetivo de fazer a melhor logística para o atendimento a campo”, afirma Damasceno.

 

Opções de seguro

Inicialmente, o seguro ofertado na Rede AgroServices atenderá somente cultivos de milho e de soja, em fazendas de quaisquer regiões do Brasil. Mas, a Fairfax já planeja ampliar a oferta do seguro multirrisco para outros grãos, como o trigo. A partir do primeiro semestre de 2019, também devem ser lançadas na Rede AgroServices ofertas de seguro para frutas e apólices para assegurar maquinário agrícola. “A parceria com a Rede Agroservices é uma ideia inovadora, que foi desenvolvida com um trabalho cuidadoso durante um ano e meio”, conta Damasceno. “O maior intuito é a distribuição do seguro agrícola, que é uma ferramenta muito importante de gestão para o agricultor.”

O seguro oferecido na Rede AgroServices não tem nenhum vínculo com instituições bancárias. A Faifax é uma multinacional canadense que iniciou sua atuação no Brasil em 2010, com a oferta de seguros corporativos. A seguradora atua no ramo do agronegócio brasileiro desde 2014 e atualmente oferece todas as modalidades de seguro rural: seguro agrícola, pecuário, seguro de animais, aquícola, de florestas, de benfeitorias e máquinas e seguro de vida do produtor rural.

Na safra 2018/2019, mais de 5 mil produtores rurais brasileiros contrataram apólices da seguradora canadense. “Hoje, os seguros do agro representam quase 20% do faturamento total da Faifax no Brasil. É um número expressivo. Estamos investindo fortemente em parcerias importantes e em tecnologia”, diz Damasceno.

 

Informações Importantes:

Recomendamos a leitura atenta das condições contratuais de seguro, principalmente no que se refere aos riscos excluídos.

A aceitação do seguro estará sujeita à análise prévia do risco;

O registro deste plano na SUSEP não implica, por parte da Autarquia, incentivo ou recomendação a sua comercialização;

O segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros, no site www.susep.gov.br, por meio do número de seu registro na SUSEP, nome completo, CNPJ ou CPF;

Processo SUSEP nº 15414.004195/2010-52 e 15414.900402/2017-78.

Compartilhe!

COPYRIGHT © BAYER S.A - Última atualização: 11/04/2019 (1.0.2740)